Breathe In Breathe Out

terça-feira, 21 de abril de 2009

Grey's Anatomy - "a Julieta era uma idiota. Porque ela se apaixona por aquele cara que ela sabe que não pode ter..."

Grey's Anatomy - Let It Be ♥



- A fim de ganhar créditos extras, a Sra. Snyder nos fez participar de todas as peças teatrais. Sal Scafarillo era Romeu. E, como o destino assim quis, eu era a Julieta... A maioria das meninas ficaram verde de inveja. E eu nem aí. Eu falei pra Sra. Snyder que a Julieta era uma idiota. Porque ela se apaixona por aquele cara que ela sabe que não pode ter... Todo mundo acha isso tão romântico: Romeu e Julieta, amor verdadeiro... que triste. Se Julieta foi burra o bastante para se apaixonar pelo inimigo, beber uma garrafa de veneno e ir repousar num mausoléu, então ela teve o que merecia.


- Talvez Romeu e Juliete estivessem destinado a ficarem juntos, mas só um pouquinho, e então o tempo deles passou. Se eles soubesse disso antes, talvez tudo tivesse terminado bem. Eu falei pra Sra. Snyder que quando eu crescesse, eu controlaria meu próprio destino. Eu não ia deixar nenhum cara me arrastar com ele. A Sra. Snyder então me disse que eu seria uma sortuda se eu tivesse esse tipo de paixão com alguém e que, se eu tivesse, a gente ficaria junto pra sempre. E até hoje, eu acredito que na maior parte do tempo, o amor é uma questão de escolhas. É questão de tirar os venenos e as adagas da frente e criar o seu próprio final feliz... na maior parte do tempo. E às vezes, apesar de todas suas melhores escolhas e intenções... o destino vence de qualquer forma.


quinta-feira, 16 de abril de 2009

FAKE NUMBER- Platônico ♥'



O mais difícil é saber que é verdadeiro e não poder sentir,
Ver que o outro sente o mesmo
Mas não é por ti,
E ter que esconder e não poder demonstrar

Mentir pra você fazer o outro acreditar
Platônico até pode ser
Platônico mais do que eu deveria sentir
Olhar suas fotos e imaginar você aqui,
Saber que sente o mesmo mas não é por mim,
E se perder no meio de uma ilusão,
E não querer sair dessa confusão
Platônico até pode ser
Platônico mais do que eu deveria sentir
Platônico E eu espero por você o tempo que for
com medo de não acontecer,
mas eu estarei aqui
até o fim, eu estarei aqui...
Platônico até pode ser
Não é normal o que eu sinto por você.
Platônico até pode ser
Platônico mais do que eu deveria sentir...
mais do que eu deveria
sentir
mais do que eu deveria ♥'





video

domingo, 12 de abril de 2009

Mesmo as palavras não gostando de mim eu continuo gostando delas.

Desde pequena gosto de fazer diários muitos joguei fora porque escrevia muita besteira não que eu parei de escrever. Escrever pra mim não é apenas juntar um monte de palavras que rimam, mas sim um modo de ver e de pensar. Uma vez li uma frase que combina comigo: “Quando eu morrer, morre comigo um certo modo de ver.” , uso a escrita para não deixar ‘meu modo de ver...o mundo’ morrer completamente comigo. Meus diários não são grande coisa como o livro – O diário de Anne Frank -, mas não me menosprezo muito, as palavras não gostam de mim, mas eu as adoro.Nossa ninguém sabe como eu gosto de escrever meus contos, e não são tão ruins porque tem gente que ler o que eu escrevo e me elogia, um dos meus maiores problemas são: a) nunca consigo escrever um final para nenhuma das minhas historias; b) tenho preguiça de digitar. Quem sabe um dia crio coragem e coloco a sinopse de algum pra ver se alguém gosta.
Não me considero uma escritora só porque escrevo alguns textinhos, a realidade me sinto uma péssima ‘escritora’, meu sonho era me tornar uma escritora de infanto-juvenil como minha favorita Meg Cabot ou então as idrolatadas J.K.Rowling e Stephenie Meyer. Realmente é uma pena eu se tão volúvel a ponto de não conseguir terminar um texto.



“A poesia consola os grandes que são solitários”

Feliz Páscoa *-*


quinta-feira, 9 de abril de 2009

" Ah... o ruim"




Ah... o ruim de poder.
Ah... o ruim de querer sentir e do não poder querer não sentir.
Ah... o ruim de ter que poder lembrar, sem querer voltar.
Ah... o ruim de sonhar e depois ter que acordar.
Tem coisas que não queremos poder, mesmo assim podemos.





~ Eu escrevir esse texto numa época da minha vida que eu vivia nos meus sonhos, sem ligar para a realidade, porque toda vez que era obrigada a volta a realidade, ela nunca me agradava, eu sempre me lembrava sem querer lembrar de coisas que me faziam sofrer, espero que gostem do verso.~

BeeeijosAçucarados ;*



Para quem gostou :D e sim (Y) criticas são bem vidas.



sábado, 4 de abril de 2009

O Clube de Leitura de Jane Austen.







"Cinco mulheres e um homem fazem parte de um grupo de leitura dos livros de Jane Austen, através do qual passam a aceitar melhor as mudanças ocorridas em suas vidas. "


A escritora Jane Austen é conhecida por entender e conseguir
materializar através de seus personagens a alma feminina.
É mais do que compreensível que as mulheres deste filme
dirigido e escrito por Robin Swicord, resolvam se reunir para
discutir as tramas desenvolvidas por Austen, realizando uma
espécie de terapia em grupo, entendendo melhor seus dilemas,
sofrimentos e confusões amorosas através de personagens clássicos como Elizabeth Bennet de "Orgulho e Preconceito" ou Emma de "Emma".



É realmente um filme apaixonante meio comico. É um filme para quem gosta de romance e suas devidas complicações. Pra quem nunca leu Austen depois que acaba o filme a primeira coisa que voce deseja fazer é ler TODOS os livros, mas ler Jane é um perigo, cuidado.


- Os livros de Jane Austen que o grupo analisa no filme são "Mansfield Park", "Emma", "A Abadia de Northanger", "Orgulho e Preconceito", "Razão e Sensibilidade" e "Persuasão".

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Como sou boba.


Estava chateada, triste, angustiada, solitária.Vendo as pessoas se despedirem e partirem, o sol já indo embora, quando algo me fez olhar para trás sem motivo e encontrar você no meio da multidão, minha grande vontade era de lhe lançar um sorriso, mas me contive. Você passou do meu lado, parando na minha frente me deixando perdida.
Subir...parei quase não acreditei, quando passei na roleta e vi você vindo logo atas de mim, quando você parou atrás de mim, fiquei feliz por está à menos de um passo dele e me sentindo tão boba por isso.
Foram poucos minutos, mas me iluminaram.



ps: Estou respondendo aos poucos os comentarios, Obg gente ;*