Breathe In Breathe Out

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

' cabe a mim toda culpa.'




‘Se eu fui tola em cair;

Se eu fui tola em deixar você me conquistar,

Sem nem mesmo tentar;

Pois então cabe a mim toda culpa.’













Ps: Mil perdões gente ando meio nostalgica esses tempos, vou tentar responder todos os coments.
E muito OBRIGADA para todos que me mandaram selos. Posto no proximo.

sábado, 24 de outubro de 2009

Mais Uma Vez

Te tenho com a certeza
De que você pode ir
Te amo com a certeza
De que irá voltar
Pra gente ser feliz
Você surgiu e juntos
Conseguimos ir mais longe
Você dividiu comigo a sua história
E me ajudou a construir a minha
Hoje mais do que nunca somos dois
A nossa liberdade é o que nos prende
Viva todo o seu mundo
Sinta toda liberdade
E quando a hora chegar, volta...
Que nosso amor está acima das coisas desse mundo
Vai dizer que o tempo
Não parou naquele momento
Eu Espero por você
O tempo que for
Pra ficarmos juntos
Mais uma vez.
Jota Quest

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Charles Chaplin

A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.
Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.
Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo!Não seria perfeito?

domingo, 18 de outubro de 2009

Quando a raiva chegar tudo irá passar.

Durante um tempo acreditamos em contos de fadas, que tudo será para sempre, rimos de tudo, porque aquela certa pessoa por milagre te ama de volta, passamos tempos fazendo de tudo para agrada - lá, todo está realmente perfeito. Acreditamos que nunca mais outra pessoa será tão importante quanto aquela, e que nós nunca deixaremos de ser felizes juntos. Beijos de tira o folego aqui e ali, telefonemas demorados e escondidos durante a madrugada, fuga das aulas sem graça. Mas o tempo passa, e com ele tudo muda, as vezes para melhor, mas nas piores situações muda para pior. Telefonemas esses cada vez mais rápidos, os beijos já não te trás aquela sensação de borboletas que antes te fazia no estomago. E quando um amor é assassinado pensamos que é o fim, que nós morreremos junto, deixamos de ver graça em tudo, deixamos de ver o brilho em viver, por um tempo deixamos de acreditar... de ter fé, por um tempo viramos verdadeiros morto-vivos. Ou nos transformamos em cachoeiras de lagrimas que nunca secam, somos péssimas companhias para nossas amigas, nossa melhor companhia vira o travesseiro. Chegamos à parar de senti fome, enquanto pessoas pelo mundo morrem pedindo um pedaço de pão, nós desprezamos tudo e a todos. Sentimo-nos culpados, completos infelizes, até chegamos a nos perguntar por que tanta falta de sorte. Mas um dia, algo faz você perceber que não foi sua culpa, que só acabou porque ele não soube cuidar, que o verdadeiro culpado está em puni, então nesse dia por milagre você começa a senti uma raiva danada da pessoa que um tempo atrás você pensou que morreria de amor. A raiva é o primeiro passo para a superação. Sofra...chore...reclame o quanto quiser...finja que nada vale o que antes valia, mas quando a raiva chegar...sinta ela com todo o seu coração, xingue...grite...rasgue..queime...então quando toda essa raiva te consumir e você se senti exausta, ela irá se esvair...e você irá superar. Então finalmente você vai está pronta para se arriscar mais uma vez.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

' Foi no mês de outubro que começou'


Esse mês de outubro é muito especial para o blog e para mim também, esse mês de outubro o Menina-Volúvel faz 1 ano ativado! Eu sempre quis ter um blog, criei muitos durante esses anos, mas nunca levei em diante, sempre depois de um ou dois meses desistia, mas esse aqui é especial, com ele tive coragem de mostrar os meus textinhos mais sem graças e sentimentais e ainda recebi muitos elogios e criticas, que acho realmente muito importante. Antes o blog se chamava Velhas - Historias, mas por motivos pessoais mudei, e o nome realmente cai bem em mim (sou volúvel as vezes), durante esse tempo li textos incríveis em outros blogs, conheci pessoas que sentiam o mesmo que eu, e fiz amizades com pessoas que moram longe mas que são muito atenciosas e uma delas, a que sempre me acompanhou e se preocupou quando colocava os meus textos mais depressivos é: a Bia, garota muito incrível, com um talento maravilhoso e que um dia lançará muitos livros e eu terei todos com muito orgulho na minha prateleira, dona do blog As incessantes duvidas da vida . Quero agradecer a todos que lêem meus textos e até aqueles que só acompanham por acompanhar (risos). Textinho rápido.

Não quero alguém que morra de amor por mim.

Chuck and Blair Gossip Girl


Não quero alguém que morra de amor por mim...Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame, não me importando com que intensidade.Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, gostem de mim...

Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível...E que esse momento será inesquecível...Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.
Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém...E poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais
dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento...E não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que
o amor existe... Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem humildade e paz.
Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos,talvez obterei êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas...Que a esperança nunca me pareça um "não" que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como "sim".
Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ela é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros...Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento.
Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... Que
o amor existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim...e que valeu a pena!!!

Mario Quintana.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ela era como um dia de neve.

“Todos os dias se diluem em um

A lua começa a se comportar como o sol

Á todo vapor pondo a noite na frente do dia

Nunca totalmente carregada

Nunca totalmente certa

Mas ela era como um dia de neve

Uma pausa do trabalho pesado

Por um salário tão curto

Mas ela era como um dia de neve

Ela me deixa descansar um pouco

Ela me deixa dormi até mais tarde

Para que eu possa lutar mais um dia

Ela era como um dia de neve.”



A letra da musica nem é tão bonita, mas colocando ela numa declaração, com um cara hiper gatinho que tu tem uma queda, num palco, tocando super bem, me diga, quem resiste?

Olhem o vídeo e me digam se não é fofo *-*

É de um episódio de Ugly Betty , que eu adoro e me identifico bastante com a ‘Betty’.


video

sexta-feira, 9 de outubro de 2009



' Todo mundo as vezes precisa de um pouco de fé.
Um pouco de fé para acreditar que depois de um dia duro o outro sera melhor.
Um pouco de fé para acreditar em coisas inacreditaveis mais precisas.
Um pouco de fé para conseguir acreditar nos outros.
E um pouco de fé para acreditar e
m si mesmo.'

Cami Brito


domingo, 4 de outubro de 2009

Esqueço que tudo tem seu fim.





“E ainda que eu saiba, que não irá valer de nada.
Meu coração não compreende o que minha razão tende a me perturbar.

E por mais que eu tente não me apaixonar,

Minha respiração se vai,
Minhas palavras caem num buraco e de lá não saem,

Quando você está perto de mim.

Esqueço que tudo tem seu fim.”